photoshoot

Marta e o livro

Há pessoas que passam por nós e deixa marca - seja um apontamento pessoal, seja um jeito de falar. 

A Marta vem de há alguns anos, agora mais presente, mas do tempo em que o DeviantART era o site para expor o nosso trabalho, além disso, a Marta mantinha um blog - Lipgloss and Black que eu lia sempre que ela punha um trabalho/post novo. Sempre admirei muito o jeito dela e é com muito gosto que a tenho neste círculo de pessoas que admiro.

 

 

Há uns meses - sim já faz uns meses - sentei-me com a Marta no Café com Calma para um café, dois dedos de conversa e ver o portfólio físico, que tinha chegado! 

Do café, não houveram fotos, que entre comida e conversa, nem nos lembramos! Mas fotografei o orgulho da Marta, a desfolhar as páginas cheias de carinho e amor de outras pessoas, mas que também são dela. 

 

A Ruiva, num tom diferente

Volta e meia gosto de fotografar pessoas novas, só porque sabe bem, ver novos rostos, diferentes expressões e até, saber um pouco mais das vidas complicadas de cada um que seguimos por trás dos vidrinhos que controlam um pouco da nossa vida social.

Há muitos meses que sigo a querida Ana Soares no Instagram e depois de ganhar alguma coragem lá me meti com ela via Direct Message e sugeri que, numa manhã, fossemos tirar umas fotografias. 

Pois que fomos para o Parque das Nações - sinceramente é dos meus sítios favoritos, principalmente de manhã quando ainda há pouca gente - e fizemos um pouco de magia juntas. A Ana é lindíssima e teve temporariamente roxa e eu achei que seria a altura ideal para fazer uns retratos antes que o ruivo atacasse de novo.

Espero que gostem destes detalhes tanto quanto eu.